segunda-feira, 17 de agosto de 2015

Coxinha de jaca, já ouviu falar?


Coxinha_jaca
Coxinha de jaca vem ganhando espaço no mundo vegan como uma alternativa, no mínimo criativa, para o consagrado salgadinho de boteco.
Já que a coxinha é de jaca, vamos dar uma espiada nos seus nutrientes e aumentar os motivos para nos animarmos com a inusitada receita.
O que que a jaca tem
É uma fruta muito nutritiva, ótima fonte de carboidrato de rápida absorção, mineraisvitaminas, fibras, eletrólitos (potássio) e fitonutrientes. Tem alto poder antioxidante, que contribui para a manutenção da saúde, combate os radicais livres, previne doenças degenerativas, envelhecimento precoce e fortalece o sistema imunológico.
Seu sabor é doce e marcante, tanto quanto o seu cheiro forte, que atrai sentimentos contraditórios, já que muitos a rejeitam por considerarem o cheiro da fruta madura muito enjoativo.
Jaca e a gastronomia
Usar ingredientes inusitados, mudar texturas, confundir os sentidos está tão na moda quanto reality culinário. E não é que é bacana mesmo?
A ideia de valorizar alimentos regionais e nutritivos de forma criativa tem rendido ótimos frutos, muitas vezes ganhando não só do ponto de vista do paladar, mas também da nutrição. Esse é o caso da coxinha de biomassa de banana verde com recheio de jaca, o resultado é um quitute à prova de culpa… opa! Pera aí, é frita? Não! Assada no forno. Ufa!
Por causa da textura da jaca verde (parecida com a da carne) e sabor suave, quase neutro quando verde, ela tem surgido em receitas de estrogonofetortas salgadas, coxinhas, pastel de forno, empadão, carne louca, purês e muitas outras.
Já os ingredientes da massa da coxinha variam bastante, tem de trigo, mandioquinha, biomassa, farinha de arroz, mandioca, etc. 
http://lar-natural.com.br

Um comentário: